A linguagem do Corpo

    Qualquer distúrbio orgânico tem ligação com estados emocionais ou comportamentais. Nós geramos nesta vida o que inconscientemente achamos conveniente. Doenças, acidentes e o formato de nosso corpo são projeções de nossos pensamentos. Entenda que a felicidade não depende de nada e de ninguém para existir, e não será sentida enquanto houver desarmonia devido ao apego a coisas e pessoas. Admitir que somos teimosos, orgulhosos, arrogantes, egoístas, possessivos e controladores requer humildade e desprendimento, por isso não é fácil parar de projetar doenças. O corpo apenas reflete o que somos internamente e por isso devemos ter consciência de nossas falhas de caráter. Corrigindo-as propiciaremos importantes transformações em nosso corpo.

    PARTES DO CORPO

    Abdome: é nele que estão os órgãos de eliminação. Se há descontentamento, críticas ou revolta contra alguém ou com relação a algum fato, acabam surgindo gordura e doenças nesse local, pois o inconsciente, que possui a lógica da correlação, comunica ao cérebro que a pessoa está com excesso de retenção mental e este cuida para que essa retenção seja fisiológica também. Quanto mais você aprisionar pessoas e acontecimentos em seu coração, mais gordura no abdome terá. Os “pneus” simbolizam o excesso de contrariedades que você acumula por acreditar que algum dia poderá resolvê-las e, com essa expectativa, vai armazenando situações mal resolvidas por não saber como lidar com elas. Enfim, toda mente rebelde e teimosa provoca desequilíbrio estético na região abdominal. Por outro lado, todo indivíduo que não possui abdome saliente mostra determinação e intuitivamente encolhe o abdome cultivando firmeza mental.

    Braços: simbolizam a ambição, o trabalho, o desejo de realização profissional e a vontade de conseguir seus ideais à sua maneira. Quando alguém nos proíbe a realização desses desejos ou provoca a anulação de nossa personalidade, é gerado um conflito que irá projetar um acidente, uma doença ou dores nos braços. Quando o problema é no braço direito, o conflito é com alguém do sexo feminino: mãe, esposa, patroa, etc. Quando é no braço esquerdo, o conflito é com uma pessoa do sexo masculino: pai, patrão, sogro, etc. Se porventura este conflito não estiver relacionado a alguém, então devemos analisar nosso próprio pensamento com relação ao trabalho.

    Coluna vertebral: é o suporte do corpo. Desvio da coluna significa que a pessoa tem medo de tomar decisões importantes porque teme perder ou magoar alguém.

    Cotovelos: correspondem às surpresas da vida. Dores e inflamações nos cotovelos ocorrem quando precisamos mudar de caminho, mas resistimos porque achamos que ainda não é necessário.

    Dedos: o dedo indicador ferido significa que você está acusando, consciente ou inconscientemente, alguém que lhe causou algum dano ou mágoa. Se o dedo for o da mão direita você estará acusando uma mulher e se for o da mão esquerda você estará acusando um homem. Ferimentos no dedo médio significam problemas com sua sexualidade. O dedo anular ferido mostra que seu desejo de união perfeita com o cônjuge está abalado. O dedo mínimo representa a família, e o polegar suas preocupações intelectuais.

    Dentes: problemas nos dentes simbolizam indecisões.

    Estômago: simboliza a forma como assimilamos a vida e como digerimos ideias.

    Joelhos: simbolizam suas atitudes para com você mesmo, no presente. Eles devem equilibrar o seu passado (coxas) e o seu futuro (pernas).

    Mãos: simbolizam as experiências da vida. Mãos feridas significam dores e dificuldades relacionadas com o que estamos trabalhando ou a que estamos nos dedicando.

    Músculos: músculos flácidos mostram pessoas acomodadas e lentas para agir e pensar. Músculos extremamente rígidos simbolizam inflexibilidade consigo ou com outras pessoas.

    Pés: mostram o quanto compreendemos de nós mesmos. Quaisquer problemas nos pés simbolizam que a pessoa não está esclarecida quanto aos rumos a seguir.

    Pele: representa a proteção da nossa individualidade. Manchas na pele significam que estamos nos sentindo ameaçados. Manchas brancas nos braços significam conflitos internos com a sogra, irmãos ou cunhados e são também sinal de que a pessoa não se sente amada. Alergia na pele significa que a pessoa está vivendo momentos de irritação com pessoas próximas que atrasam seu desenvolvimento pessoal e profissional.

    Pulmões: simbolizam a ânsia de viver. A pessoa que está sofrendo com problemas nos pulmões demonstra que seu motivo maior de vida está bloqueado e que sua luta está sendo em vão.

    Rins: os rins são o filtro das emoções em relação ao futuro.

    Rosto: simboliza o que pensamos sobre o nosso ambiente. Qualquer tipo de inflamação no rosto simboliza mágoa e raiva. Quando pensamos e sentimos somente coisas feias sobre o comportamento das pessoas que estão à nossa volta, aparecem manchas, espinhas e inflamações na pele do rosto. O que você vê de feio é apenas reflexo daquilo que você acredita. Ache-se uma pessoa bonita e ame as pessoas pelo que elas são, pois elas, como você, estão apenas procurando ser felizes.

    Seios: tumores nos seios significam ressentimento profundo em relação às pessoas que desempenham o papel simbólico de pai, tais como marido, sogro, cunhado, etc.

    Unhas: simbolizam aqueles que nos protegem (nossos pais). Pessoas que roem unhas estão inconscientemente dizendo que têm raiva de um dos pais. A rebeldia e a mágoa que guardam no coração são tão profundas que mesmo após a morte deles esses sentimentos continuam.

    DOENÇAS

    Aids: indica a pessoa que não se ama e perdeu o respeito por si própria a ponto de não ver valor em nada do que faz.

    Artrite: representa um coração cheio de críticas e ressentimentos por pessoas que não valorizam seus esforços.

    Calvície: a queda de cabelos acontece àqueles que desrespeitam seus superiores, seja por palavras, seja pela conduta ou mesmo porque os ignoram. Pessoas que desejam brilhar e se destacar muito têm tendência a se tornarem calvas.

    Câncer: quando uma pessoa arrasta uma mágoa por muito tempo em seu coração, seu universo começa a se desarmonizar causando distúrbios celulares. Ressentimentos antigos, guardados em segredo e originados pelo medo de perder alguém ou por achar que perdeu o único amor de sua vida fazem concretizar um câncer no órgão relacionado ao fato. É uma forma de punir alguém que o feriu profundamente, mesmo à custa de sua própria vida, ou de autopunição por nunca ter agido como deveria naquelas situações amargas. A doença não desaparecerá enquanto o doente estiver retendo em seu coração mágoa por uma ou mais pessoas.

    Celulite: é a manifestação de raiva e autopunição.

    Derrame cerebral: é sinal de um gênio difícil e reflete uma pessoa que prefere a morte a mudar seu comportamento.

    Dor ciática: simboliza que a pessoa não está se permitindo sentir prazer e não está vivendo do jeito que gostaria.

    Dor de cabeça: quem sofre de enxaqueca tem um orgulho muito forte e resiste a tudo e a todos que parecem querer invadir seu espaço vital.

    Dor de garganta: expressa sentimentos contrariados.

    Epilepsia: é uma espécie de paranoia na qual a pessoa sente-se perseguida e completamente assustada com a vida.

    Fadiga: mostra a falta de amor pelo que estamos fazendo. Quando trabalhamos com amor e satisfação, não nos sentimos cansados. A energia de nosso corpo não deriva somente de fontes alimentares, mas também da vontade do coração.

    Fraturas: fraturas mostram inflexibilidade da personalidade e resistência exagerada. São uma forma simbólica de romper com a autoridade.

    Hemorragia: sangue é o fluxo da vida e representa a alegria. Se você vive contrariado e não sente alegria pelas coisas que faz, poderá ter problemas de sangramentos.

    Hérnia de disco: significa que a pessoa está profundamente indecisa quanto à sua vida. Sente-se totalmente desamparada e seus pensamentos a deprimem.

    Mal de Alzheimer: ocorre com pessoas que teimam em não aceitar a vida como ela é e sempre procuraram controlar os acontecimentos ou os pensamentos dos outros. Essas pessoas partem para um estado de demência quando perdem a esperança de transformar o ambiente em que vivem. Os familiares e amigos de idosos com esse mal devem conversar com eles normalmente, mostrando-lhes novas maneiras de perceber os acontecimentos e contar-lhes casos engraçados para estimular seu bom humor. Devem falar-lhes também sobre o perdão e a alegria de viver.

    Obesidade: a gordura é o mecanismo de defesa que o inconsciente cria para proteger-se daquilo com que o consciente não sabe lidar.

    Rinite: é um sinal de que seu ego está profundamente irritado com alguma pessoa que convive com você. É provável que esta pessoa tente constantemente invadir seu espaço vital.

    Varizes: mostram que a pessoa não suporta mais fazer coisas contra a sua vontade.

    Ebook: livroalinguagemdocorpodecristinacairo

    Criando meninos

    Estou lendo este ebook, achei bastante interessante este entendimento e gostaria de compartilhar:

    OS TRES ESTÁGIOS DA INFANCIA DOS MENINOS:

    primeiro estágio vai do nascimento aos seis anos – período em que o menino pertence principalmente à mãe. Ele é o menino “dela”, embora o pai possa exercer um papel muito importante. Durante esse estágio, a meta deve ser dar amor e segurança, e fazer com que a “ligação” do menino à vida seja uma experiência calorosa e acolhedora.

    segundo estágio inclui o período que vai dos seis aos catorze anos – quando o menino, num impulso que vem de dentro, começa a querer aprender a ser homem, e se volta cada vez mais para o pai, com quem procura partilhar interesses e atividades, embora a mãe continue muito envolvida e o mundo exterior também exerça atração. 0 objetivo desse estagio é criar competência e habilidade; desenvolvendo ao mesmo tempo afabilidade e bom humor – para que ele se torne uma pessoa equilibrada. Esta é a idade em que o menino se sente seguro e feliz com sua masculinidade.

    Finalmente, dos catorze anos à idade adulta – é o estágio em que o menino precisa de informação de mentores do sexo masculino para completar a jornada rumo à idade adulta. Mamãe e papai ficam um pouco de lado, mas devem cuidar para que bons mentores façam parte da vida de seu filho, senão, ele vai ter que contar com colegas despreparados para construir sua individualidade. 0 objetivo é adquirir habilidades, desenvolver responsabilidade e respeito próprio, fazendo parte, cada vez mais, da comunidade adulta.

    Ebook Completo: ebook-criando-meninos